quinta-feira, 15 de outubro de 2009



.:: Nostalgia ::.

Eu lembro do sofá de cores escuras, ao lado o vermelho das rosas dava vida ao ambiente. Eu conseguia sentir o cheiro da mistura de perfumes que pairava no ar. A música tocava um som suave, acompanhando a brisa que entrava pela janela. Parecia ser tão perfeito, que era inimaginável acabar em tão pouco tempo. Em pensar que eu sonhava acordada por esse dia que passou num piscar de olhos. Mas aconteceu, é aconteceu... Você chegou sorrindo, com o olhar que parecia se perder junto ao meu, e quando eu disse que lhe esperava, as paredes se cobriram do mais belo sentimento. Mas você se foi cedo demais, me deixou aqui com a saudade que insiste em ocupar o seu lugar. A saudade de tudo que sentimos, de tudo o que vivemos... Saudade do seu cheiro misturado ao cheiro seco das paredes e ao suave aroma das flores, saudade do seu sorriso e sua voz dizendo que me amava. Eu só sinto saudade. Nada mais. E está nostalgia insiste em me acompanhar.